Em resposta aos crescentes discursos de ódio no Facebook somados ao episódio do assassinato de George Floyd no fim de maio, o boicote de grandes empresas na rede social se tornou real após Zuckerberg se mostrar incapaz de agir incisivamente durante anos.

A pauta influenciou o Centro de Estudos sobre Tecnologias Web (Ceweb.br) – do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) – a desenvolver um projeto de pesquisa para a categorização de discursos de ódio na internet com uso de inteligência artificial.