Uma unidade responsável por objetos voadores não identificados (Óvnis) foi criada nos Estados Unidos e visa detectar possíveis espionagens realizadas por adversários. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (14), pelo Pentágono.

Segundo o Sistema Globo, a “célula de trabalho sobre fenômenos aéreos não identificados”, foi provada em 4 de agosto e que estará sob responsabilidade da Marinha. Para o Exército americano, os óvnis não têm nada a ver com possíveis extraterrestres, mas sim com adversários e inimigos dos Estados Unidos muito reais.

A missão da nova unidade do Pentágono é “detectar, analisar e catalogar estes fenômenos aéreos não identificados que poderiam representar uma ameaça para a segurança nacional”, afirmou a porta-voz.